Usamos cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Fernando Lázaro cai e Cuca é o novo treinador do Corinthians

Com um currículo de quase 25 anos como técnico, Cuca acumula títulos de CONMEBOL Libertadores, Brasileirão, Copa do Brasil e diversos estaduais pelo país


Por Redação Educadora Publicado 20/04/2023
Divulgação (São Paulo Futebol Clube)

Fernando Lázaro cai e Cuca é o novo treinador do Corinthians.

Fernando Lázaro não é mais técnico do Corinthians. O treinador perdeu o cargo após a derrota por 1 a 0 contra o Argentinos Juniors, na Neo Química Arena, pela Copa Libertadores.

O time alvinegro fez o anúncio nesta quinta-feira (20) por meio de nota oficial publicada nas redes sociais.

Fernando Lázaro cai e Cuca é o novo treinador

Também nesta quinta-feira (20), o Corinthians acertou a contratação do técnico Cuca para o comando técnico da equipe. Aos 59 anos, será a primeira passagem do vitorioso treinador pelo Timão. O contrato é válido, portanto, até 31 de dezembro de 2023.

Com um currículo de quase 25 anos como técnico, Cuca acumula títulos de CONMEBOL Libertadores, Brasileirão, Copa do Brasil e diversos estaduais pelo país.

Junto a ele, porém, chegam Cuquinha, seu auxiliar técnico, e Daniel dos Santos Cerqueira, analista de desempenho, que se juntarão à comissão técnica permanente do clube.

O Corinthians deseja sucesso na jornada dos novos profissionais da equipe.

Lázaro comandou o Corinthians por apenas 17 jogos. Foram oito vitórias, cinco empates e quatro derrotas (56,86% de aproveitamento).

O Corinthians comandado por Fernando Lázaro, contudo, colecionou decepções nesta temporada. Eliminação nas quartas de final do Campeonato Paulista para o Ituano, em plena Neo Química Arena, derrota por 2 a 0 para o Remo no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, e agora a derrota para o Argentinos Juniors pela Libertadores.

Fernando Lázaro, contudo, estava no Corinthians desde 1999, tendo exercido diferentes funções nestes mais de vinte anos. Ele era analista de desempenho durante a passagem mais recente de Tite pelo clube, entre 2015 e 16, e foi levado à seleção brasileira quando Tite assumiu.

Na CBF, porém, participou da Copa do Mundo na Rússia e da Copa América de 2019, até voltar ao clube alvinegro em janeiro do ano passado. Ele era visto no clube como uma espécie de discípulo de Tite.

*** Com Folhapress

✅ Quer receber mais conteúdo? Clique aqui e siga o Canal eLimeira Notícias no WhatsApp.