Usamos cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Em nova onda de ataques no RN, ônibus são queimados e alvo de tiros em Natal

Onze pessoas foram presas até as 16h desta terça, e um suspeito foi morto, segundo o governo do estado


Por Folhapress Publicado 14/03/2023
Em nova onda de ataques no RN, ônibus são queimados e alvo de tiros em Natal
Foto: Reprodução/redes sociais

Após uma madrugada violenta, com registros de atos criminosos em 14 de cidades do Rio Grande do Norte, dois ônibus do transporte público foram incendiados e um terceiro coletivo foi alvo de tiros em Natal na tarde desta terça (14), em uma nova onda de ataques. Houve, ainda, uma tentativa de incêndio a outro ônibus.


Onze pessoas foram presas até as 16h desta terça, e um suspeito foi morto, segundo o governo do estado.


Por causa das ações, os demais coletivos serão recolhidos aos pátios como medida de segurança, de acordo com o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos.

Segundo as autoridades, a suspeita é que a ação tenha sido coordenada pelo crime organizado como resposta a ações policiais recentes que culminaram na prisão e morte de criminosos e na apreensão de armas e drogas.


De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, a polícia também apreendeu uma arma de fogo, 18 artefatos explosivos, dois galões de gasolina e quatro motos.


Ao menos 14 cidades registram ocorrências desde a madrugada, entre incêndios, tiros e confrontos com a polícia: Natal, Acari, Boa Saúde, Caicó, Campo Redondo, Cerro Corá, Jaçanã, Lajes Pintadas, Montanhas, Mossoró, Parnamirim, Santo Antônio, Tibau do Sul e São Miguel do Gostoso.


Os ataques começaram pouco depois da meia-noite desta terça. No início da madrugada, em Acari (a cerca de 200 km de Natal), houve incêndio a veículos no pátio da Secretaria de Obras. Uma empresária de 39 anos, que pediu o anonimato, conta que ouviu os primeiros estrondos e diz ter visto fogo e fumaça da janela de casa.


Em Caicó, principal cidade da região do Seridó, um empresário de 35 anos, dono de uma loja, disse à reportagem que o clima de medo no comércio é generalizado.

Um posto de combustíveis e uma agência bancária da Caixa Econômica Federal foram alvo de tiros, e uma concessionária foi incendiada.


Por causa dos ataques, universidades públicas do estado anunciaram a suspensão das atividades nesta terça (14).


Na Ufersa (Universidade Federal Rural do Semi-Árido), a suspens ão de aulas atinge o campus sede, em Mossoró, além dos campi de Pau dos Ferros, Angicos e Caraúbas e um polo localizado na cidade de Serra de São Bento.


Campi da UERN (Universidade do Estado do Rio Grande do Norte) em seis municípios também tiveram atividades presenciais canceladas.


Professores de escola pública de Parnamirim, na região metropolitana, contam terem recebido por WhatsApp um aviso de aulas suspensas após os ataques.

RESOLUÇÃO DO GOVERNO DO ESTADO


Em meio à crise, a governadora Fátima Bezerra (PT), que cumpre agenda em Brasília, disse que vai antecipar a volta para Natal e que vai se reunir com forças de segurança do estado e do Ministério da Justiça.


Em vídeo, ela descreveu os episódios de violência como “inaceitáveis” e afirmou que “todo o trabalho está sendo feito para os que os criminosos sejam presos, julgados e punidos com o rigor da lei”.


BALANÇO DE AÇÕES DA PM


11 suspeitos presos
1 foragido da Justiça recapturado
1 arma de fogo apreendida
18 artefatos explosivos apreendidos
2 galões de gasolina apreendidos
4 motos apreendidas

✅ Quer receber mais conteúdo? Clique aqui e siga o Canal eLimeira Notícias no WhatsApp.