Usamos cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Governo Lula sinaliza aos EUA que acabará com isenção na taxa de importação do etanol

A tarifa foi zerada pela administração Jair Bolsonaro (PL) em março do ano passado, com o argumento de que a medida ajudaria a reduzir os impactos da inflação


Por Folhapress Publicado 28/01/2023
Governo Lula sinaliza aos EUA
Foto: José Cruz/Agência Brasil

Representantes da gestão Luiz Inácio Lula da Silva (PT) já sinalizaram em reuniões com o governo dos Estados Unidos que a suspensão de tarifa de 18% aplicada sobre o etanol importado deve ser encerrada em breve. A tarifa foi zerada pela administração Jair Bolsonaro (PL) em março do ano passado, com o argumento de que a medida ajudaria a reduzir os impactos da inflação. A mudança foi comemorada por grandes produtores norte-americanos e criticada pelos brasileiros.

Em dezembro, a Câmara de Comércio Exterior (Camex), órgão vinculado ao Ministério da Economia, prolongou a suspensão da tarifa até março de 2023, mas a perspectiva no governo federal é de que isenção seja encerrada antes disso. O Brasil é o maior produtor de cana-de-açúcar do mundo e os empresários brasileiros do setor mostraram insatisfação com a decisão de Bolsonaro de zerar a taxa de importação, sob argumento de que o país é autossuficiente.

Com a retomada da tarifa, Lula fará aceno positivo ao segmento sucroalcooleiro do agronegócio, que nos últimos anos aproximou-se de Bolsonaro e com o qual o governo petista tenta melhorar a relação. O tema tem sido tratado pelo Ministério da Agricultura, comandado por Carlos Fávaro.

✅ Quer receber mais conteúdo? Clique aqui e siga o Canal eLimeira Notícias no WhatsApp.