Usamos cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Alckmin anuncia site oficial do governo de transição

O site reúne informações sobre o que é o gabinete de transição, boletins informativos, documentos técnicos e notícias, além de uma lista com os nomes das pessoas que fazem parte da equipe


Por Folhapress Publicado 21/11/2022
Alckmin anuncia site oficial do governo de transição
Foto: Agência Brasil

O vice-presidente eleito Geraldo Alckmin (PSB) divulgou nesta segunda-feira (21) o portal oficial da transição para o futuro governo do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O coordenador do grupo disse que este é “um novo tempo de prosperidade, responsabilidade e justiça social. “O Brasil do Futuro está on-line”, escreveu.


O site reúne informações sobre o que é o gabinete de transição, boletins informativos, documentos técnicos e notícias, além de uma lista com os nomes das pessoas que fazem parte da equipe.
O endereço é o https://gabinetedatransicao.com.br .


A transição tem 31 grupos técnicos, divididos por tema, em uma estrutura semelhante à dos ministérios previstos para o novo governo. Os trabalhos do grupo são coordenados no CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil), em Brasília.


Para esta semana, é esperado o anúncio dos nomes do núcleo temático destinado aos trabalhos de transição no âmbito do Ministério da Defesa. O ex-ministro Aloizio Mercadante (PT) afirmou que o grupo, o único ainda pendente no gabinete de transição, terá uma “bela surpresa” e que o futuro ministro da pasta será um civil —diferentemente da linha de raciocínio do atual chefe do Executivo federal, Jair Bolsonaro (PL), que sempre privilegiou oficiais militares.


A lista de confirmados até o momento tem desde os “pais” do Plano Real, como Pérsio Arida e André Lara Rezende, até a senadora Simone Tebet (MDB-MS), que ficou em terceiro lugar na corrida pela Presidência e passou a apoiar Lula no segundo turno.


Até o momento, a equipe de transição tem quase 300 nomes publicados no DOU (Diário Oficial da União), incluindo coordenadores, conselho político e grupos temáticos.

✅ Quer receber mais conteúdo? Clique aqui e siga o Canal eLimeira Notícias no WhatsApp.