Usamos cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Musk dá prazo para equipe do Twitter escolher jornada intensa ou demissão

O Twitter demitiu metade de sua força de trabalho no início deste mês, logo depois que Musk assumiu o controle da empresa de mídia social


Por Folhapress Publicado 16/11/2022
Musk dá prazo para equipe do Twitter escolher jornada intensa ou demissão
Foto: Divulgação

Elon Musk deu prazo para equipe do Twitter escolher jornada intensa ou demissão.

O bilionário e diretor-executivo do Twitter enviou uma mensagem para sua equipe dizendo que os funcionários têm até esta quinta (17) para escolher entre continuar “trabalhando longas horas em alta intensidade” ou demissão com indenização de três meses.


Musk disse aos funcionários da empresa que qualquer pessoa que não tiver clicado em um link que confirma que “você quer fazer parte do novo Twitter” até quinta-feira à noite, no horário de Nova York, será considerada como demitida da empresa.


Um jeito prático de se informar: veja como receber notícias de Tilt em seu WhatsApp!
“Seja qual for a decisão que você tomar, obrigado por seus esforços para tornar o Twitter bem-sucedido”, diz a mensagem do bilionário.


Uma cópia da mensagem, publicada pelo The Washington Post, foi vista pela Reuters. Uma fonte que recebeu a mensagem na plataforma de mídia social confirmou seu conteúdo.


O Twitter não respondeu imediatamente a um pedido de comentário da Reuters.


“No futuro, para construir um Twitter 2.0 inovador e ter sucesso em um mundo cada vez mais competitivo, precisaremos ser extremamente ‘hardcore'”, afirma a mensagem de Musk. “Isso significará longas horas em alta intensidade. Somente um desempenho excepcional constituirá uma nota de aprovação.”


Musk disse que o Twitter será “muito mais orientado para a engenharia” sob sua liderança, acrescentando que “aqueles que escrevem ótimos códigos constituirão a maioria de nossa equipe e terão maior influência”.


O Twitter demitiu metade de sua força de trabalho no início deste mês, logo depois que Musk assumiu o controle da empresa de mídia social. O bilionário criticou os gastos e a cultura de trabalho da empresa e disse que a companhia precisa de grandes cortes de custos.

✅ Quer receber mais conteúdo? Clique aqui e siga o Canal eLimeira Notícias no WhatsApp.